01/08/13

Sporting 2013/2014 - Austeridade excessiva ou "viver com o que somos"?


Olhando especificamente para os custos do futebol profissional, o Sporting enveredou por um caminho de elevada poupança, com baixos investimentos, elevados cortes na despesa e uma elevada utilização de jogadores formados na Academia.
 
O que já saiu
Até ao momento temos a seguinte poupança em jogadores:
  • Gélson Fernandes, vendido por 500 mil € com um ordenado de 900 mil €/ano
  • Stjin Schaars, vendido por 900 mil € com um ordenado de 870 mil €/ano
  • Santiago Árias, vendido por 900 mil € com um ordenado de 300 mil €/ano
  • Miguel Lopes, emprestado por 1M € com um ordenado de 1M €/ano
  • Valentin Viola, emprestado por 450 mil € com um ordenado de 700 mil €/ano
Fazendo rapidamente as contas foram obtidos 3,75M € de receita e poupados anualmente 3,8 M €.
Creio que é unânime que os negócios de Gélson, Schaars e Miguel Lopes são razoáveis. Foi nestes que se verificou a maior poupança salarial, sendo que as suas saídas pouco prejuízo desportivo trazem.
Já Viola e Árias dependem da fé. Sim, a fé que cada um de nós quisesse ter no potencial dos jogadores. Árias e Viola no seu tempo em Alvalade mostraram alguns pormenores, mas pouco jogaram pela equipa principal e quando o fizeram pouco mostraram. Árias fez uma boa época pela equipa B, segundo relatos de quem acompanhou a equipa mais de perto, e Viola foi o que todos vimos. Um golo de pinball na Liga Europa e um golo a dar uma vitória contra o despromovido Moreirense. São ambos jovens e têm ambos potencial. Viola sai por empréstimo, para um clube que gosta e onde gostam dele e poderá voltar melhor, mais maduro. Árias, face a Welder, teria a vantagem de já estar ambientado ao clube e ao país. Terá pesado o factor financeiro na decisão, que sendo boa ou má, é demasiado cedo para ser avaliada.
 
O que já entrou
  • Jefferson, por 400 mil €
  • Maurício, por 200 mil €
  • Cissé por 300 mil €
  • Welder por empréstimo
  • Gérson Magrão a custo 0
  • Montero por empréstimo.
A avaliação ao que se gastou é relativamente simples. Não acredito que os empréstimos de Welder e Montero, assim como um possível prémio de assinatura a Magrão, tenham fugido do tipo de valores praticados nos restantes negócios. Admitindo isso, o valor total deverá rondar os 2M €. Não havendo qualquer informação sobre salários, presumo que não cheguem perto dos valores de quem já saiu. Talvez dos de Árias. Dos 6 apenas conheço (e mal) Jefferson e Cissé. Um será titular o outro será um jogador de futuro, diferente do que havia no plantel. Os restantes são  incógnitas. Daí achar parvo que já se diga que A ou B são uma "desonra para um clube como o Sporting", "não acrescentam mais do que os que já cá estavam". Simplesmente não sei. As contratações aparentam ter dedo de Leonardo Jardim, o nome mais consensual do "novo" Sporting. Que se confie então no careca madeirense.
 
O que falta sair
  • Labyad - 2 milhões de Euros anuais
  • Bojinov - 900 mil Euros anuais
  • Onyewu - 900 mil Euros anuais
  • Jeffren - 900 mil Euros anuais
  • Evaldo - 800 mil Euros anuais
Os últimos 4 nomes são praticamente consensuais. Muito poucos os querem ver em Alvalade. Labyad podem-lhe chamar a minha embirração. Não acho que valha metade do que fazem dele. Que me desminta.


Respondendo ao título diria que o Sporting terá de aplicar alguma austeridade, para cumprir o acordo de reestruturação financeira, reforçando a ideia de que todos os investimentos devem ser feitos de forma criteriosa. Contudo essa austeridade não deverá ser cega, sob pena de uma má decisão poder afectar o clube no futuro. 
Num ano tão peculiar na história do clube, todo o plano apenas deverá ser avaliado no final da época. O Sporting não está em posição de chegar a Dezembro e desfazer tudo o que fez em Junho, para voltar em Julho de 2014 e construir tudo de novo. Mais do que trazer jogadores caros ou que não renderam o esperado, esse foi o principal erro da anterior direcção. Não terem defendido o rumo que queriam dar ao clube, mudando de rota ao sabor da vontade dos adeptos. Faltou "Paciência".

6 comentários:

  1. Falta aí o Boulharouz, nas saidas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim. Esse parece encaminhado para o West Ham por 1M. Que seja verdade.

      Eliminar
  2. Dimitris,
    Uma vez que na contabilização das saídas está o valor que poupamos em ordenados, para a análise ficar mais completa fica a faltar:
    O que já entrou
    • Jefferson, por 400 mil € - ordenado de ??€/ano
    • Maurício, por 200 mil € - ordenado de ??€/ano
    • Cissé por 300 mil € - ordenado de ??€/ano
    • Welder por empréstimo - ordenado de ??€/ano
    • Gérson Magrão a custo 0 - ordenado de ??€/ano
    • Montero por empréstimo - ordenado de ??€/ano


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Abordei levemente esse assunto no parágrafo seguinte a essa lista. Não acredito que esses 6 jogadores juntos ganhem metade do que ganhavam juntos os 5 que já saíram.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Verdade. São tantos que até me esqueço de alguns.

      Eliminar